menu

Image Map

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Cantinho da Lara

 

Carta ao quarto ao lado  

Eu não sei quanto tempo nos falta,mas preciso falar com você,sinto que tem que ser com você. Complicado falar sobre isso, a ultima vez que nos falamos desse jeito já faz alguns anos. Sinto meu corpo febril,mas acho que são sintomas da gripe. O sol bate no meu rosto,secando as minhas lágrimas ou tentando falar algo que eu ainda não sei o que é,você que é fascinada pelo sol talvez possa me falar sobre isso. As músicas do 5 a seco viraram hino "deixa estar,vai passar."
Nunca falei o quanto eu sofri,mas acho que todo mundo percebeu e você também.Voltar pra cá foi a coisa mais feliz que podia ter me acontecido e abraçar ele foi como ser feliz de novo…E ver ele partir não foi lá essas coisas bonitas.Partiu.Partimos.Mais eu parti mais.Ou demonstrava mais.Acordava todo dia com um vazio no peito.Levantar e acordar todos os dias,não era bem o que eu queria,queria era morar naquela cama.Levantava e desejava que as lágrimas ficasse lá no travesseiro mesmo,sabe.Mas elas me acompanhavam sempre.Certo,o assunto não era esse,não era dele,mas pra chegar aqui tinha que passar por esse caminho. Mas não doí mais. Nem um pouco. Encontrei outra pessoa,mas ate então não me enchia os olhos ou melhor o coração,meu coração ainda gritava por ele,se arranhava,contorcia em mim. O livro O lado Bom Da Vida veio na hora certa, você ganhou ele mas o livro era pra mim,escrito pra mim.Me apaixonei pelo Pat,por ele ser tão louco e apaixonado,assim como eu era.Foi então que percebi que existia alguém por ai,guardado pra mim,alguém que vai amar a minha loucura.
 A vida estava sorrindo pra mim e que merda eu não podia fazer o mesmo. Foi então que decidi vestir o melhor sorriso, as coisas começaram a ficar bem,aprendi a gostar, a querer,aprendi tanto e hoje tenho medo.Esse medo que tento esconder só pra mim,mas sufoca…Por isso te escrevo,tenho medo das palavras ditas,elas me assustam. As escritas também me assustam,mas não tenho medo delas.
Não consigo escrever muito sobre isso,sobre o agora.Fui bem clara no que passou,consegui escrever tudo o que eu vi e sentia.Mas agora as coisas travam,sinto tanto mas não escrevo quase nada,tenho medo… Algo aconteceu,não sei o que. Mas algo aconteceu.Ele fala pouco,muito pouco.As vezes responde e as vezes nem isso.As vezes penso que é coisa passageira. Assim como Caio,eu só estou cansada de “construir e demolir fantasias o tempo todo”, se isso acontecer de novo,eu não sei como lidar.Estava bem,me sentindo segura,mas hoje não,só tenho medo.Não quero viver tudo de novo,não quero sofrer tudo de novo,mudaram só o roteiro e os personagens.Mas não quero sofrer de novo,de novo e em tão pouco tempo.Pouquíssimo por sinal. Te escrevo por medo.Te escrevo querendo abraços. Te escrevo tão próxima,mas assim me sinto mais segura.

-Lara Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo . Exponha sua opinião e volte sempre. :)